Vereador Gilmar Santos (PT) emite nota de solidariedade aos professores demitidos da rede pública de ensino: A Educação Exige Respeito!

Queremos  educação municipal com mais qualidade! Mas isso só será possível com respeito à dignidade humana, com respeito aos nossos profissionais

O Vereador Professor Gilmar Santos, do Partido dos Trabalhadores (PT), junto ao Mandato Coletivo, vem expressar solidariedade às professoras e professores contratados do Município de Petrolina, demitidos pela gestão do Prefeito Miguel Coelho e da Secretária Margareth Costa, de forma desrespeitosa, desumana e irresponsável, nos últimos dias do mês de Agosto.

Os relatos atestam para situações em que profissionais souberam da demissão através de colegas que lhe deram a notícia na escola, sem qualquer mediação da gestão; outros foram demitidos durante plena aula, levando estudantes à comoção; até uma professora que estava de licença maternidade e retornava ao trabalho passou por esse constrangimento. Há diversos outros relatos de humilhações promovidas por servidores da Secretaria de Educação contra essas profissionais.

A gestão justifica as demissões afirmando que está “reorganizando o quadro de funcionários” e que “as adequações estão sendo feitas de acordo com a legislação” para garantir mais professores efetivos no quadro.

Mesmo considerando possível legalidade, o nosso mandato lembra que não é dessa forma imoral e insensível que se trata educadoras e educadores que dedicam suas vidas para o desenvolvimento das nossas crianças, mesmo quando trabalham em condições precarizadas e sem a devida estabilidade. Seria bastante razoável aguardar até o final do ano para realizar essas adequações ou utilizar uma abordagem menos constrangedora.

O vereador Gilmar Santos recebe a notícia com profunda indignação e reafirma o compromisso de continuar lutando pela valorização dos profissionais da educação, independente do tipo de vínculo que esses firmaram com a gestão. Queremos  educação municipal com mais qualidade! Mas isso só será possível com respeito à dignidade humana, com respeito aos nossos profissionais.  A Educação exige Respeito!

Nota em solidariedade ao professor Judson Medeiros, vítima de racismo no São João de Petrolina

Imagem Divulgação

Toda nossa solidariedade ao professor Judson Medeiros Alves, que foi covardemente agredido por seguranças da empresa GMSP no São João de Petrolina.

Nós, educadores, estudantes, parlamentares, movimentos sociais e antirracistas de Petrolina, Juazeiro, Santa Maria da Boa Vista e região sanfranciscana, viemos repudiar, veementemente, a violência sofrida por Judson Medeiros, negro, professor, cidadão que serve ao município de Petrolina no Instituto Federal do Sertão (IF-Sertão), que foi abordado de forma truculenta, antiprofissional, desproporcional e explicitamente orientada pela cultura e estruturas racistas ainda tão arraigadas nas instituições públicas e privadas do nosso país.

Na ocasião o professor teve o braço deslocado e sofreu diversos hematomas pelo corpo, além do trauma psicológico.

O racismo tem-se operado estruturalmente em nossa sociedade brasileira, ele se faz nas mais diversas dimensões de nossa existência; manifesta-se, cotidianamente, nas múltiplas violências sofridas por homens e mulheres negras, especialmente os mais empobrecidos, habitantes de periferias. Trata-se de um sistema de opressão epistêmico e sistêmico que agride as consciências e corpos negros.

Chamamos a atenção para que não se constate ainda mais essa triste realidade, a partir dessa violência sofrida pelo professor Judson, de que os riscos de violência para os cidadãos mais pobres, principalmente negros e negras, se elevam quando se observa que servidores e organizadores da festa são os primeiros a promoverem violações e violências.

Em defesa de uma festa construída democraticamente,  com inclusão, respeito à diversidade e dignidade de todxs aquelxs que constroem Petrolina e toda a região sanfranciscana, repudiamos a violência racial sofrida pelo professor Judson Medeiros e nos solidarizamos a ele e a todxs que sofreram ou sofrem igual discriminação.

Lembramos que racismo é crime e que as providências jurídicas sobre o caso já foram tomadas. Esperamos que a gestão municipal, se tiver alguma dignidade, oriente pelo afastamento imediato desses seguranças, divulgue o fato ao público durante o evento e manifeste seu repúdio em nota pública, assim como fazemos nesse manifesto.

VIDAS NEGRAS IMPORTAM! PROFESSOR JUDSON E TODXS QUE DE ALGUMA FORMA SOFRERAM DISCRIMINAÇÃO NO SÃO JOÃO DE PETROLINA RECEBAM NOSSA SOLIDARIEDADE

Assinam essa nota:

Mandato Coletivo (Vereador Gilmar Santos-PT)

Nilton de Almeida Araújo (Univasf; Movimentos Antirracistas do Vale)

Marília Arraes (Deputada Federal – PT)

Maércio José (músico e pedagogo)

Sônia Ribeiro (Mulher de terreiro,  Militante da luta anti racista de mulheres e homens negras/os)

Diedson Alves (Professor da rede pública e privada)

Cristina Costa (vereadora do PT)

Zezinho de Mindú (Presidente do Recanto Madre Paulina)

Paulo Valgueiro (relator da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Petrolina)

João Alves do Nascimento Júnior (Professor Universitário)

Simão Pedro dos Santos (professor Adjunto – Universidade de Pernambuco UPE Campus Petrolina)

Moisés Almeida (Vice-presidente da Adupe)

Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida (Professor universitário)

Antônio Carvalho dos Santos Júnior (Professor)

Angela Coêlho de Santana (mulher negra, feminista, radialista e blogueira)

Isabel Angelim  (Assistente Social)

Camila Rodrigues (atriz e produtora cultural)

Cristiane Crispim ( atriz e professora da rede estadual)

Juliene Moura (atriz e estudante de Artes Visuais)

Antônio Veronaldo (Diretor teatral e arte educador )

Mirele de Macedo Castro (estudante da UPE campus Petrolina)

Saulo Mororó (Advogado)

Maria Gildenir dos Santos –  Coletivo aurora (Aarhus – DK)

Fernando Pereira (Professor e Artista  Visual)

Dra. Cheila Bedor (Professora da Univasf)

Ângela Oliveira (Associação das Mulheres Rendeiras)

Karoline Souza  (Sou Periferia)

Maria Brito Castro (Sou Periferia)

Wanderson Antunes Pereira (Sou Periferia)

Hyarlla Wany (Jornalista)

Lizandra Martins (Fotógrafa)

Inês Regina Barbosa (Professora Universitária)

União de Negras e Negros Pela Igualdade- UNEGRO ( Juazeiro/BA)

Karina Leonardo (Assistente Social)

Movimentos Antirracistas do Vale

Ruth de Souza (Núcleo de Estudos Étnicos e Afro-Brasileiros Abdias Nascimento)

ETC- Observatório de Estudos em Educação, Trabalho e Cultura

Luise Maria Souza (Odontóloga)

MAV- Movimento de

Ramon Messias Moreira (Professor Adjunto da Univasf)

Márcia Medeiros de Araújo (Professora Universitária)

Paulo Pereira (Professor da Univasf)

Grupo de Capoeira Angola do Vale

Frente Brasil Popular divulga nota de solidariedade ao professor e vereador Gilmar Santos

A Frete Brasil Popular  de Pernambuco, formada por diversos setores organizados da sociedade que somam forças mobilizadoras em defesa dos direitos do povo e da democracia, emite nota que repudia a violência do Deputado Federal Gonzaga Patriota e soma solidariedade ao vereador Gilmar Santos e o Mandato  Coletivo.

 

Nota Frente Brasil Popular

É com muita indignação que a Frente Brasil Popular de Pernambuco recebeu a informação de que o deputado Gonzaga Patriota, do PSB, agrediu o vereador de Petrolina, Gilmar Santos, do PT, com um soco no rosto durante evento no distrito de Rajada.

Como se não bastasse o absurdo do ato em si, o soco do deputado Gonzaga Patriota acontece em um momento em que a intolerância e o fascismo crescem no seio da sociedade brasileira. Não há como não fazer um paralelo com toda a violência institucional com a qual vem sendo conduzida a prisão arbitrária do Presidente Lula e até mesmo com o atentado a tiros sofrido pela caravana do Lula, no mês passado.

Vale a lembrança de que o deputado Gonzaga foi mais um dos deputados que votou a favor do golpe que derrubou uma presidenta legitimamente eleita em nosso país. E o resultado estamos vendo em nosso dia-a-dia com o Brasil afundando e a crise sendo colocada nas costas dos mais 
pobres.

Atitudes como esta são injustificáveis. Expressamos aqui a nossa solidariedade ao vereador Gilmar Santos e reforçamos a nossa disposição de combater todo o tipo de atitude como esta. Seguimos em 
luta contra o fascismo.

Pátria livre! Venceremos!
Frente Brasil Popular de Pernambuco

 

Para entender o caso, leia mais nos links:

http://gilmarsantos.org/2018/04/08/deputado-gonzaga-patriota-agride-fisicamente-o-vereador-gilmar-santos/ 

http://gilmarsantos.org/2018/04/10/em-discurso-contundente-vereador-gilmar-santos-pt-faz-defesa-da-democracia-e-denuncia-atitude-violenta-deputado-federal-gonzaga-patriota/

Vereador Sinézio Rodrigues, de Serra Talhada, presta solidariedade ao vereador Prof. Gilmar Santos

O vereador  Sinézio Rodrigues, de Serra Talhada, emite nota de solidariedade ao vereador Prof. Gilmar Santos e repudia a agressão deferida pelo Deputado Gonzaga Patriota ao parlamentar na manhã de hoje (08/04).  Em sua nota, ele diz: “Externo minha solidariedade ao vereador e companheiro Gilmar Santos, ao mesmo tempo em que repudio e lamento a postura do deputado Gonzaga Patriota.”

Saiba mais: http://gilmarsantos.org/2018/04/08/deputado-gonzaga-patriota-agride-fisicamente-o-vereador-gilmar-santos/ 

Sinézio é líder do PT na Câmara Municipal de Serra Talhada, membro da executiva municipal do PT , membro do Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores e pré-candidato a deputado estadual pela sigla.

Leia a nota na íntegra:

Nota de Solidariedade ao Vereador Gilmar Santos – PT/ Petrolina

Foi com surpresa que recebi a notícia de uma agressão sofrida pelo vereador Gilmar Santos, do PT de Petrolina, cometida pelo deputado federal Gonzaga Patriota, do PSB.

Gilmar tem tido um posicionamento crítico e combativo na defesa dos trabalhadores e dos direitos históricos do povo brasileiro; e não se furta de apresentar as suas posições nos diversos espaços em que atua, nos movimentos sociais e, principalmente, no parlamento municipal de Petrolina.

Externo minha solidariedade ao vereador e companheiro Gilmar Santos, ao mesmo tempo em que repudio e lamento a postura do deputado Gonzaga Patriota.

Gonzaga, deputado federal há 28 anos, apoiou o impeachment da presidenta Dilma Rousseff e atualmente é um apoiador do desgoverno Temer. Sua atitude revela o destempero de quem apoia um presidente imposto a quem o povo repudia.
Gilmar Santos merece nossa solidariedade e respeito. Aqueles que agridem lutadores pela democracia merecem nosso repúdio!

Serra Talhada, 08/04/2018
Sinézio Rodrigues
Vereador do PT em Serra Talhada.

Nota de solidariedade à família de Beatriz Angélica

Foto: reprodução

O Mandato Coletivo do vereador Gilmar Santos vem reafirmar sua solidariedade com a família e amigos/as da menina Beatriz Angélica Mota.

Lamentamos que após 02 anos de crime tão cruel, o Estado, seja através do governo de Pernambuco ou de outras instituições responsáveis pelas investigações, não tenha avançado de forma suficiente para a elucidação dos fatos.

Sabemos que os familiares e amigos têm procurado enfrentar essa profunda dor com forte mobilização em busca de justiça. É triste perceber que essa luta seja contrariada pelas precárias condições da segurança pública no estado de Pernambuco, o que tem gerado desconfiança sobre a qualidade do trabalho policial, maior ansiedade em busca de respostas e possíveis injustiças diante dos processos de investigação.

O nosso mandato vem se unir às milhares de vozes de Petrolina e Juazeiro que clamam por justiça. Por isso solicitamos das autoridades responsáveis, maior empenho e dedicação em desvendar tamanho ato de barbaridade.

À família, que o Deus da vida continue fortalecendo seus corações e a sabedoria os encoraje sempre a seguir em defesa da memória da pequena Beatriz. Estamos com vocês!

Atenciosamente,

Vereador Gilmar Santos