Gilmar Santos apresenta proposta para melhorar acesso à vacina contra a Covid-19 em Petrolina

Uma das sugestões é sobre a criação de pontos de cadastramento nas Unidades básicas de Saúde, nos CRAS, em Escolas ou no Centro de Convenções

Gilmar Santos defende adoção de novas medidas para imunização em Petrolina/Danilo Souza

Com o objetivo de contribuir para o avanço da vacinação contra a Covid-19, em Petrolina-PE, o Vereador Gilmar Santos-PT, apresentou na manhã desta terça-feira (3), durante a sessão plenária da Casa Plínio Amorim, um requerimento (nº 395) com novas sugestões para a Secretaria Municipal de Saúde.

A primeira é para a criação de pontos de cadastramento nas Unidades básicas de Saúde, nos CRAS, em Escolas ou no Centro de Convenções para a população mais vulnerável, ou seja, quem não possui acesso à internet ou que tenha dificuldades na utilização de equipamentos eletrônicos.

Já a segunda versa sobre a imunização através dos grupos prioritários. Gilmar sugere que, a cada avanço na faixa etária, as pessoas que não conseguiram imunizantes sejam dispensadas do agendamento, e precisem apenas comparecer aos pontos de vacinação com documento de identidade, cartão SUS e comprovante de residência.

“Estamos acompanhando uma série de críticas contra o sistema da prefeitura. Compreendemos que existem grandes dificuldades em relação ao recebimento das doses dos imunizantes disponibilizados, o que prejudica grandemente o andamento do programa de imunização. Porém, mesmo com essas dificuldades, temos visto um avanço significativo nas faixas etárias que podem receber o imunizante”, pontuou (confira no vídeo).

Para Gilmar, a vacinação dos grupos etários é importante, entretanto, segundo ele, em Petrolina, a baixa quantidade de imunizantes não tem sido condizente com a frequência e com os quantitativos recebidos dos imunizantes e isso tem gerado muitas críticas da população como um todo.

O problema do agendamento é ainda mais grave para a parcela da população mais vulnerável que não tem acesso a equipamentos eletrônicos e/ou internet. E essa parcela da população que mais têm apresentado críticas.

No município a idade mínima está na casa dos 30 anos, porém é comum encontrar relatos de pessoas que integram os grupos das demais idades mas que não conseguem realizar o agendamento.

Quanto ao novo sistema de agendamento para a vacinação contra a Covid-19, anunciado pelo Prefeito, e lançado na manhã desta quarta-feira (4), Gilmar Santos solicitou que a equipe de saúde garanta esforços para que o processo de vacinação seja retomado sem falhas e com celeridade.